quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Gay de 61 anos é morto a pedradas em Florianópolis!

FONTE: MIX BRASIL

Um assassinato de cunho homofóbico chocou os moradores do bairro de Capoeiras, em Florianópolis, na madrugada de domingo para segunda-feira (8). Um homem de 61 anos, gay assumdio,foi morto por uma gangue de seis rapazes depois de sair de um baile. O idoso foi assassinado com pedradas. testemunhas contam que mesmo depois de ficar inconsciente, o grupo continuou com a agressão. O vídeo abaixo, da Rede Globo local, mostra detalhes do crime.




Nossa, que crueldade, prescisamos de mais tolerância na sociedade!

Confirmado: Eduardo e Hugo terminarão novela juntos, unidos e vivos!

FONTE: MIX BRASIL

O final anunciado do casal Hugo e Eduardo em Insensato Coração dizendo que ambos seriam assassinados era falso. Uma outra versão afirmando que Hugo morreria assassinado e Eduardo continuaria vivo também foi divugado por alguns sites e jornais, mas também é pista falsa plantada pelos autores da trama para despistar a impresa e criar expectativas para os últimos capítulos da novela.

A cena real gravada nesta segunda-feira mostra Hugo e Edurado celebrando a união estável ao lado de amigos e familiares no quiosque da Sueli. Grande parte do elenco se reúne no local, incluindo Kleber (Cassio Gabus Mendes), que acabou virando queridinho das bees da novela por conta de seu esforço em solucionar o assassinato de Gilvan (Miguel Roncato). Ah sim: Sueli e Kleber terminam a novela juntos. Esse é o final previsto pelos autores para o casal na sinopse original.

Em tempo

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que Gilberto Braga, o autor da novela, escreve um final feliz para gays. Em "Paraíso Tropical", do mesmo autor, o casal vivido formado por Tiago e Rodrigo terminaram felizes e juntinhos depois de terem superado uma crise.


Nossa, que alívio, eu já estava esperando pelo pior, então que bom né e parabéns aos autores!

Vinícius é preso por crime homofóbico em Insensato Coração!

FONTE: MIX BRASIL

"Você está preso pela morte de Gilvan dos Santos", são essas as palavras que o delegado de polícia da novela Insensato coração disse ao prender Vinicius (Thiago Martins), na porta da igreja minutos antes de seu casamento com Cecília (Giovanna Lancelotti). A cena foi ao ar nesta terça-feira, 9.

O casamento de Vinícius e Cecília está prestes a acontecer, mas no lugar da noiva, quem chega é a polícia! No mesmo instante em que Vinicius é preso, Rafa (Jonatas Faro) e Júlio (Marcelo Valle) chegam com Cecília (Giovanna Lancellotti), que desistiu de se casar e estava pronta para dar uma satisfação a todos, mas também é surpreendida com a chegada da polícia. "Sai de perto da minha mulher, senão eu acabo contigo!", Vinícius ameaça, ao ver o casal chegando junto. Assim que Rafa responde, Vinícius não pensa duas vezes e dá um soco no estudante. Vinícius é algemado e mesmo relutando, é levado pela polícia, deixando Eunice (Deborah Evelyn) coberta de vergonha por conta de todo o escândalo. E depois Sueli dá dois tapas na cara do Vinícius (foi a melhor parte)

Para chegar até o assassino de Gilvan, o jornalista Kleber contou com a ajuda do irmão de Vinicius, Serginho. Vinicius será solto por ser réu primário mas vai acabar comentendo outro crime.


Vinicius recebe voz de prisão na porta da igreja

Fui demais a cena, amei total, principalmente os tabefes da Sueli, foram tabefes de toda a população LGBT!

Sandy dá entrevista bafonica e diz que Junior não é gay!

FONTE: MIX BRASIL

A cantora Sandy parece mesmo estar querendo se livrar da imagem de santa. Além da frase sobre sexo anal – divulgada na imprensa totalmente fora do contexto em que foi dita – ela também deu uma série de outras declarações em entrevista à revista Playboy. No bate-papo, ela fala sem receios sobre sexo e outros temas, entre eles, a sexualidade do irmão Junior Lima, que vez ou outra é colocada em discussão.

“É engraçado, parece que não adianta saber que ele estava namorando uma mulher. Eu olhava as fofocas e dizia: ‘Ih, gente, vocês não sabem do que estão falando’. Entre os mais próximos, ele sempre teve fama de pegador. Ele sempre foi terrível.”

Além de falar sobre sexo anal, a cantora disse que assiste pornografia e até disse o formato de filmes que prefere. “Os filmes pornográficos poderiam ter menos historinha e ir direto ao assunto”.

A cantora também assume que gostaria de conhecer um clube de swing, mas sem participar do babado. “Já tive vontade de ver. Confesso que até agora só não fui fora do Brasil porque tenho medo de encontrar brasileiros e eles saírem falando. Acho que não participaria. Principalmente pelo ciúme de ver meu marido (Lucas Lima) com alguém”.

Frequentadora de sex shop, ela também revela que é boa de striptease e diz que a música perfeita para uma performance de tirar o fôlego é Whatever Lola Wants, de Ella Fitzgerald.

Sandy ainda fala sobre a importância da masturbação e dá umas dicas básicas: “Se não se masturbam, deveriam. É completamente válido. Temos que conhecer o nosso corpo antes de querer que os nossos parceiros conheçam”.


Vocês não sabem do que estão falando, meu irmão é pegador, diz a devassa Sandy

Desencanou total, ual!

Jean Wyllys: "Já escrevi meu nome na história"!

FONTE: VIRGULA

Deputado federal há seis meses, o ex-BBB Jean Wyllys posou cheio de estilo para a edição de agosto da revista Rolling Stone e afirmou que não quer ter mais seu nome ligado ao reality show. “Quando saí candidato, eu não pus no meu material de campanha referências ao programa”, destacou.
A vontade do homossexual assumido é ser reconhecido como o deputado dos direitos humanos. “Sei que já escrevi meu nome na História, mesmo que este seja meu único mandato”, disse ele, que tem entre suas principais plataformas os direitos civis LGBTs e a defesa das religiões de origem africana.
Apesar disso, sua luta principal é pelo direitos civis dos gays. "Antes de mim, teve o Clodovil [Hernandes]. Mas ele não encampava a luta do movimento, pelo contrário. Em entrevistas, era radicalmente contra as paradas gays", diz o político refletindo sobre o papel do estilista no Congresso. "O deputado Clodovil não oferecia perigo, compreendeu? O problema é chegar aqui e reclamar por direitos".
Recentemente, em entrevista à apresentadora Marília Gabriela, ele contou que sofreu discriminação no seio familiar, entre outros assuntos.

Jean Wyllys, na capa da

Você é nossa esperança Jean!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Série gay "Apenas Heróis" estreia 3º temporada!

FONTE: A CAPA

A série "Apenas Heróis" está chegando à sua terceira temporada. Trata-se de uma sitcom exibida online, em seu site oficial, com episódios semanais de cerca de 30 minutos de duração. A série estreou há quase um ano, e de lá para cá já se passaram duas temporadas.

Criada por Daniel Sena, a sitcom é inteiramente dedicada à temática LGBT. Assim, personagens gays, lésbicos, travestis, bissexuais e transgêneros surgem em ação, assim como homofóbicos, intolerantes religiosos e afins.

Até o momento, foram alcançados 11 milhões de acessos em seu site, segundo a produção do seriado. Gravada em Salvador, Bahia, a série agora se prepara para encarar a terceira temporada, que estreia em 22 de agosto.

Desta vez, "Apenas Heróis" vai abordar temas polêmicos como a adoção de crianças por gays, preconceito contra travestis e pais que não aceitam a sexualidade dos filhos. Através do site oficial, internautas podem fazer doações financeiras para colaborar com a sobrevivência do projeto.


http://www.apenasherois.com.br/



Presciso urgente arranjar tempo pra assistir essa série, deve ser muito legal, se alguem já viu comenta ai!

Lea T. diz não a documentário sobre sua vida e pretende ajudar a amenizar o preconceito!

FONTE: A CAPA

Se depender da produtora "Conspiração Filmes", a vida da transexual e modelo Lea T. poderá virar documentário. De acordo com Diário de São Paulo, a top já recebeu o convite. Mas, até o momento, disse não à proposta.

Lea T, que já voltou para Nova York, passou pelo Brasil na época do Fashion Rio, em junho, quando desfilou e fotografou para a grife Blue Man, nas praias da cidade maravilhosa. Em entrevista, declarou que após encerrar sua carreira como modelo pretende trabalhar com voluntariado.

"A carreira de modelo é curta. Quando eu me aposentar, quero trabalhar com comunidades para tentar amenizar o preconceito em relação às pessoas como eu. Quero ajudá-las a sair da prostituição e batalhar por mais conscientização", afirmou a modelo transexual.                    


Lea T. diz não à proposta de documentário sobre sua vida

Será muito mais útil seu trabalho nas comunidades, mas um documentário também mostraria para as pessoas que ela é normal, se bem que quem veria seria pessoas com tv a cabo e LGBTs, ou os que tem curiosidades nesse assunto, ou seja pessoas esclarecidas e sem preconceitos, quem deveria ver vai continuar preso a o que mostra a novela das 7, das 8, etc, etc! E se achando certo ainda! Adão e Eva, oras, oras.......

Boy George diz que sofreu bullying homofóbico na prisão!

FONTE: A CAPA

O cantor inglês Boy George revelou que sofreu bullying na cadeia. O popstar passou quatro meses na prisão, em 2009, por ter agredido e aprisionado em sua casa um garoto de programa, e agora comentou que enfrentou homofobia atrás das grades.

"O bullying era basicamente um grupo de rapazes gritando mulherzinha e coisas assim. Não era nada que eu já não tivesse escutado antes e eu lidei com isso como lidaria se estivesse nas ruas", declarou o cantor à rádio National Prison.

"Dizer para mim que eu sou gay não é novidade. Por quê você está me contando que eu sou gay? Eu já sei, tenho 50 anos", comentou ele, mostrando que debochava dos colegas de cadeia, e afirmando que o bom humor o ajudou a passar o período de clausura.

"Não sou o tipo de pessoa que conserva uma perspectiva sombria por muito tempo. Ter senso de humor é muito útil em certas situações. Ser insanamente otimista tem suas vantagens", disse o astro.




Só pelo geito dele já dá pra ver que é bem estranho, aprisionar um garoto de programa com tantos que tem por ai é muita idiotice, pediu né!

Pais contam como foi contar aos filhos que são gays!

FONTE: UOL

Recentemente, o cabeleireiro Vasco Pedro da Gama, 40 anos, de Catanduva (SP), perguntou à filha: "As crianças costumam mexer com você por minha causa?". "Sim, algumas vezes. Na perua escolar", ouviu como resposta. "E o que elas dizem?", continuou. "Dizem que você é gay, que tem namorado. Eu respondo que é verdade, e algumas dão risada". Vasco insiste: "E você se incomoda com isso?". "Não, porque é verdade. E se vocês se gostam, qual o problema? Vai saber se na casa delas os pais gostam das mães".
De simplicidade e clareza desconcertantes, o argumento de Teodora, 10 anos, encheu o pai adotivo de orgulho. Vasco e seu parceiro, o também cabeleireiro Dorival Pereira de Carvalho Jr., 49, foram o primeiro casal homossexual a adotar uma criança no Brasil, em 2006. Pioneiros, portanto, de um novo arranjo familiar que só tende a crescer nas estatísticas.

"É claro que sinto receio de ver a minha filha como alvo de preconceito ou agressões, mas tento ensiná-la no dia a dia a viver com verdade. Expliquei tudo desde que percebi que ela tinha condições de assimilar. Somos homens, nos amamos e a amamos. E essa é a nossa família", afirma.
Os gracejos na perua escolar são, segundo Vasco, episódios isolados e que aconteceram poucas vezes. Ele garante que Teodora é uma criança feliz e que é respeitado pelos pais dos amigos dela.
Para o jornalista Christian Heinlik, de 38 anos, de São Paulo, é fundamental tratar o assunto com naturalidade, sempre respeitando o tempo da criança. "No caso do Pedro Vinícius, que foi adotado aos oito anos e hoje tem 12, ele começou a fazer perguntas e a tirar conclusões. E eu nunca omiti nada", garante.

Dificuldades superadas
Embora qualquer cidadão brasileiro que comprove situação financeira e emocional estável possa adotar uma criança, o processo não é fácil. No caso dos homossexuais, é ainda mais difícil. O banqueteiro Marcelo Eduardo Sampaio, 43 anos, e o dentista Eduardo Luis Indig, 48, enfrentaram uma batalha árdua até conquistarem a guarda definitiva de Manoel, de quatro anos. "Assim que o vimos pela primeira vez o amor paterno explodiu. Passamos todos os finais de semana com ele durante seis meses. Até que um juiz nos proibiu de vê-lo", recorda Marcelo. "Depois que um desembargador adoeceu, todo o grupo julgador foi trocado e vencemos. Foi uma vitória do amor, depois de um ano de sofrimento", desabafa ele. O casal continua no cadastro nacional de adoção para adotar outra criança.

O caminho do cabeleireiro Jackson Nascimento, 37 anos, de São Paulo, também foi árduo. Ele foi casado durante oito anos e teve três filhos: Kaylla, de 14, e os gêmeos Kaíke e Kaio, 13. "Tentei levar uma vida de heterossexual, mas não deu certo. Casei para provar a mim mesmo algo que eu não era, mas quando os gêmeos completaram dois anos decidi me separar, sair de casa e assumir minha orientação", conta. A ex-mulher, revoltada, o "obrigou" a ficar com a menina. "Ela achava que se eu tivesse de cuidar de uma criança não poderia sair, me divertir", diz.

Dois anos depois, ela se casou de novo e se mudou para o Sul e deixou Kaíke e Kaio com o pai. "Foi um aprendizado. Tive de me virar com futebol, videogame e outras coisas de menino", explica. Há cerca de quatro anos ele reuniu a prole e revelou ser gay. "Na época, não entenderam muito bem. Mas depois foram assimilando a informação aos poucos. Hoje, são até amigos do meu ex-namorado. E se dão bem com o atual", destaca Jackson.

Para ele, a melhor coisa que um pai gay tem a fazer é se respeitar, pois assim os filhos o respeitarão. E como a sociedade sempre vai estar de olho, ainda que de modo sutil, é essencial ser um pai nota 10. "Nunca faltei a uma reunião na escola e sempre fui elogiado pelas professoras. E acabo de matriculá-los em um curso de espanhol. Quero que tenham um futuro excelente", diz o cabeleireiro, que garante não se arrepender de nada do que fez. "Tenho orgulho da minha vida".

Luciano da Matta - 25.mai.2007/Agência A Tarde/Folhapress

Bob Donask/UOL

Parabéns a todos esses pais. É com o exemplo de vocês que o Brasil deve se espelhar para quebrar esse preconceito estúpido!

Giselle Tigre fala de sua personagem em Amor e Revolução!

FONTE: UOL

Há poucos meses, Giselle Tigre protagonizou a cena mais polêmica de "Amor e Revolução". Sua personagem, Marina, mesmo sendo heterossexual, acaba deixando-se levar pelas insistentes investidas de Marcela, vivida por Luciana Vendramini. Depois de o SBT ter adiado em um dia a sequência tão esperada para segurar a audiência, finalmente, o beijo entre as duas personagens pôde ser assistido pelo público. A repercussão tornou-se ainda maior porque este foi visto como o primeiro beijo gay da tevê brasileira. Na verdade, o primeiro beijo entre duas mulheres aconteceu em 1963, entre Georgia Gomide e Vida Alves no teleteatro "A Calúnia", de Lilian Hellman, da extinta rede Tupi.

Com tantos comentários sobre o fato, Giselle acabou lendo muitas opiniões negativas. "Não ouvi comentários ruins na rua, mas na internet tem de tudo. Algumas pessoas acham que destruí minha imagem", revela a atriz, que, ao contrário, vê seu papel de uma forma eufórica. " Se todos os meus personagens forem tão marcantes quanto esse, vou estar sempre feliz e realizada", valoriza.

Mesmo sem saber sobre o fatídico beijo quando leu a sinopse da personagem, Giselle mergulhou fundo na idéia de dar vida à relação tumultuada entre Marina e Marcela. A atriz estava até animada para gravar o segundo beijo e uma noite de amor entre as duas, mas o SBT dificilmente exibirá as cenas. De uns tempos para cá, a emissora tem evitado dar destaque às tramas homossexuais por causa da audiência mais conservadora. Para Giselle, de fato, este não é o foco do folhetim."A novela fala de assuntos muito mais polêmicos. Trazer o tema da ditadura para uma geração que não sabe o que é ter seus direitos violados é algo muito mais marcante", opina.


Na trama, Marina é diretora de um jornal em plena ditadura e, apesar de ser firme em suas convicções políticas, é uma mulher confusa quando o assunto é sua vida amorosa. "A Marina é cheia de contradições. Às vezes nem eu acredito no que ela faz quando leio o roteiro", conta a morena, que vê no comportamento de sua personagem muitos conflitos da mulher da atualidade. "Ela é independente e está em um cargo de poder. Mesmo assim, nunca está satisfeita e quer alguém que preencha todas suas expectativas e angústias. Só que ela corre o risco de querer alguém que não existe", divaga a atriz, que depois de gravar cenas fortes, ainda demora a conseguir se desligar da personagem. "Eu acabo canalizando os sentimentos da Marina. Então, eu ainda fico desnorteada por um tempo", constata.

A polêmica de seu atual papel contrasta com o jeito simples e sereno de Giselle. Graças à voz suave, estreou como atriz aos quinze anos na peça musical "Zuzu", através do Teatro de Amadores de Pernambuco. Apesar de usar um óculos "fundo de garrafa" na época, sua beleza não passou desapercebida e ela foi chamada para ser modelo. A pernambucana conseguiu, inclusive, ser uma das doze finalistas do famoso concurso "Supermodel Of The World", em 1989. Hoje, ela ainda trabalha no ramo, mas a interpretação e a música são suas verdadeiras paixões. Por isso, em 2010, ela produziu e atuou no musical infantil "Agora é Tempo", com cânticos populares conhecidos como pastoril. "Foi meu momento profissional mais feliz. Eu pude concretizar o sonho de botar no palco o folclore pernambucano e voltar a cantar", emociona-se.

Na televisão, Giselle começou fazendo "Malhação", entre 2000 e 2002, no papel da professora Linda. Apesar de ter feito participações em novelas como "Kubanacan", da Globo, e "Poder Paralelo", da Record, foi como a doce Linda que a atriz ficou na memória do público. Isso, até a morena ir para o SBT e se destacar como a ousada Marina. Agora, Giselle quer ir além. "Ainda estou aprendendo a linguagem da tevê. Mas acho que a minha cara é televisiva e eu quero muito mais. Tenho o sonho de fazer uma heroína brasileira, alguém que traga valores para as pessoas", torce.




Artistam tem um instinto ousado que falta a maioria da população, infelizmente!

sábado, 6 de agosto de 2011

2º enquete, qual seu posicionamento religioso tem seu resultado!

Mais uma enquete chega ao fim, descumpem-me porque deixei ela ai dolado um bom tempo e já deveria ter feito isso antes, mas siceramente estava com preguiça. Ela estava aqui desde março e tivemos um total de 499 votos, bem mais que em nossa 1º enquete, o posicionamento religioso deste blog é um tanto diferente da do Brasil, mas mesmo não tendo cunho científico mostra como estamos mudando, e pra melhor, nos livrando de dogmas e restrições religiosas, porém, ainda há longo caminho pela frente:








Católicos
206
Evangélicos
108
Sem religião
107
Ateu
36
Agnóstico
24
Religiões orientais
13
Islamismo
5



Católicos
41%
Evangélicos
21%
Sem religião
21%
Ateu
7%
Agnóstico
4%
Religiões orientais
2%
Islamismo
1%





1º LUGAR – CATÓLICOS


Entre nosso leitores, 206 pessoas ou 41% ainda segue a fé católica que prega em pleno século 21 absurdos como casamento virgem e contrário ao divórcio, nós gays então.... . Talvez mais por comodismo, convenção ou medo de sair de onde já se conhece esta religião que praticamente dominava tudo na idade média,seu apogeu, também conhecido por Idade das Trevas, onde milhões foram mortos pelas suas mãos por serem contra suas políticas, inclusive por serem gays, já teve dias melhores, está em franco declínio, mas não é tão radical como as evangélicas, tendo hoje apesar de tudo uma imagem razoável perante a sociedade pensante!



2º LUGAR – EVANGÉLICOS


Digladiando o segundo lugar o tempo todo os evangélicos acabaram vencendo por apenas 1 voto : 108 e os mesmos 21 %. Entre evangélicos aqui como não houve especificação estão desde Luteranos, Adventistas, Batistas, menos radicais, até a Mundial, Internacional (do Edir), Renascer (Kaká), Graça, Assembléia e tantas outras menores. O fato é que o nome de todas termina em Deus ou em Cristo (Renascer), e em nome desses profetizam uma sociedade conservadora e encharcada de preconceitos, principalmente a nós homossexuais. Curioso como mesmo assim, entre nossos leitores há um números considerável de seguidores desses que principalmente as últimas citadas, radicais, homofóbicas, fundamentalistas e extremistas passam ou tentam passar por cima de tudo para que não tenhamos nossos direitos e é claro não podemos deixar de falar de suas especialidades, arrecadar dinheiro. Se assemelham muito ao comércio, pois com tantos concorrentes e com tanto lucro a única diferença é que “igreja” não paga imposto. Parece haver um freio no crescimento de seus adeptos, quase todos pobres e ignorantes, cegamente enganados e se posicionando contrários as liberdades individuais, sinceramente espero que este país eduque melhor seus descendentes para que não caiam mais nesses contos do vigário!



3º LUGAR – SEM RELIGIÃO




Um mundo sem religião provavelmente seria um mundo com as Torres gêmeas e com direitos gays, pois não haveria quem fosse falar que Deus não criou o gay (affff). Por muito tempo em nossa pesquisa se manteve em segundo, mas no final acabou perdendo por um voto: 107 e os mesmos 21%. Pessoas que acreditam em Deus, mas que não seguem religião é uma tendência mundial que cresce a cada dia. Entre nossos leitores é bem mais que a média nacional. Países bem desenvolvidos têm números semelhantes e até maiores do que o de nossa enquete. Eu mesmo há algum tempo atrás postei sobre 9 países em que as religiões poderiam sumir. http://anovaeragay.blogspot.com/2011/03/religioes-podem-sumir-em-9-paises.html

São pessoas mais libertárias que se cansaram de ver igrejas envolvidas nos mais diversos tipos de escândalos e se aproveitarem dos fiéis, rebanho ou cordeirinhos para enriquecimento pessoal!



4ºLUGAR -  ATEUS




Com 36 votos e 7% o ateísmo vem em 4º lugar. Pessoas que não acreditam em Deus também vêm crescendo ao redor do mundo diante de cada vez mais provas de que o mundo não surgiu de Adão e Eva, dos escândalos de igrejas, de catástrofes naturais e acidentais e do maior conhecimento humano. Grandes personalidades, como Albert Aintein, Brad Pitt, Dráuzio Varela, e muitos outros são adeptos desta corrente ou do Agnosticismo, que é parecido. Mesmo ainda não muito popular entre nossos leitores, já se faz um número razoavelmente expressivo e mostra que a sociedade ainda tem cura! Seu símbolo é  1º abaixo do das religiões.



5º LUGAR – AGNÓSTICOS




Agnósticos é outra vertente que cresce muito em países com cultura desenvolvida, principalmente a Europa, muito em virtude de ser um pouco menos impactante que o ateísmo. Com 24 votos e 4%, este movimento prega que é impossível saber se existe um Deus ou se não existe algum Deus, contudo essas pessoas não são religiosas e não praticam nada a respeito, apenas não são tão radicais, ou não querem briga com extremistas evangélicos! Seu símbolo é o 2º embaixo do das religiões.



6º LUGAR – RELIGIÕES ORIENTAIS




As religiões orientais incluem Budismo, Taoísmo, Xintoísmo, e algumas outras. Como está no nome, são orientais e pouco difundidas no ocidente, porém bem mais sensatas que cristianismo por exemplo. Não creem em Deuses como nós e não são contra os gays, apesar da cultura de lá ser mais fechada que a nossa. Contudo nos são muito estranhas e por isso pouco conhecidas aqui, foram 13 votos e 2%.



7º LUGAR – ISLAMISMO


Com apenas 5 votos e 1%, a religião muçulmana, a mesma de Osama bin Laden e da maioria do oriente médio, a píor região do mundo para um gay viver, inclusive com a pena de morte em alguns países extremistas como o Irã prova até onde o fundamentelismo religioso pode chegar, que sirve de exemplo pra sermos mais consienter e mobilizar a população a tomar cuidado com essas igrejas radicais evangélicas que tentam passar por cima de tudo para conseguirem o que querem.

Menino parece Justin Bieber, mas canta como Lady Gaga!

FONTE: UOL

Gente, que coisa fofa é esse menino (reparem no geitinho que ele senta), canta absurdos! Sim ele e o cara do violão (o cabelo dele é um bafo) me despertam desconfianças. Ahh, mas seria um casal muito fofo, confiram:

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Passada a mensagem, Gilvan é morto por homofobia em Insensato Coração!

Não achei a cena da novela, tem no site da Globo, mas não dá pra colocar aqui. Penso que essa cena foi um marco e foi muito importante para a sociedade nos olhar por outro lado, inclusive com relação ao PLC 122 ou o seu substituto. A mensagem foi passada, resta a agora a população entender e respeitar. Como a memória as vezes é curta, não custa mais desses personagens (Gilvan, Hugo e Eduardo), afinal gay existe e muito, refletir suas realidade nas novelas deveria ser algo natural. É claro que não queremos que as novelas se tornem todas abordando gays, mas sim um espaço nosso. Não posso deixar de falar Agnaldo Silva, que é gay, autor da próxima novela das 8 onde provavelmente terá apenas um gay e super afetado, que contribui negativamente para nossa espécie nos relegando a mais um estereótipo sem nenhuma mensagem relevante, ao menos pelo que sabemos por enquanto, mas é isso ai, beijos e boa noite pessoas!

ASS: P.

MEC voltará a discutir campanha anti homofobia nas escolas!

FONTE: CENA G

O Ministério da Educação vai voltar a discutir a realização de uma campanha contra homofobia nas escolas. Ainiciativa anterior, que continha vídeos, foi vetada pela presidenta Dilma.

O primeiro passo nesse sentido será dado naterça-feira 9, quando representantes do órgão terão encontro com a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT). Em pauta, uma ação concreta que leve o debate sobre respeito a LGBT para as escolas.






É muito importante que na escola as pessoas aprendam a respeitar as diferenças, mas prescisa ser algo bem feito né! Figas!

Filme gay de Leonardo di Caprio chega em novembro!

FONTE: CENA G

O filme J. Edgar, que vai abordar os rumores sobre a sexualidade de um dos mais importantes diretores do FBI, J. Edgar Hoover, chega aos cinemas americanos no dia 9 de novembro.

Leonardo DiCaprio interpreta Hoover eArmie Hammer será o seu amante Clyde Tolson, que trabalhou como diretor assistente no FBI de 1947 a 1972.

Com direção de Clint Eastwood, o filme conta com roteiro de Dustin Lance Black, homossexual assumido que faturou o Oscarde melhor roteiro por Milk – A Voz da Igualdade, e traz no elenco outros nomes de peso como Naomi Watts, Josh Lucas e Judi Dench.




Mal posso esperar!

Eduardo e Hugo de Insensato Coração vão fazer união estável!

FONTE: CENA G

Os personagens Eduardo (Rodrigo Andrade) e Hugo (Marcos Damigo) vão organizar uma pequena festa para assinarem o contrato de união estável.

Kleber (Cassio Gabus Mendes), que a essa altura já sabe que é pai de Edu, vai à comemoração e se entende com o filho.

Confira como será a cena:

Kléber — Eduardo, se eu soubesse que tinha um filho, teria te procurado. Quando a sua mãe me contou, eu só não fui falar logo com você por que eu fiquei...
Eduardo — Chocado por ter um filho gay.
Kléber — Eu fiquei chocado com tudo. Mas não vou mentir, você sabe o que eu pensava dos gays, até há
pouco tempo. Eu tô tentando mudar. Eu quero mudar. E vou conseguir. Você me ajuda... meu filho?
Eduardo — Hoje é o dia mais importante da minha vida. Eu tô feliz de você ta aqui...
Kléber — Posso te dar um abraço?

Edu assente, Kléber o abraça. A princípio, sem jeito. Edu hesita, mas retribui.
O abraço fica forte e ambos, emocionados.






Que findo né gente, tomara que não seja censurado!

Modelos brasileiros posam seminus em ensaio arrazante!

FONTE: A CAPA

O projeto BL33N já vem causando barulho há algum tempo. Também, não é para menos: nele, homens apetitosos posam completamente nus, com um efeito digital: um adesivo em formato de meia, com a sigla do projeto, tapando o sexo.

Ou seja, mostram-se fartamente os pelos pubianos, e o tal adesivo cobre apenas o "dito cujo". Em algumas imagens, aliás, nem cobrem direito, e deixam bastante coisa à mostra.

Desta vez, top models brasileiros entraram na dança e posaram para o projeto. Maikel Castro, Diogo Rodrigues, Muriel Vilela e Zaydan Timpani, todos da agência Elian Gallardo, acabam de posar. E ainda o modelo Ricardo Caspentieri, da Ford Models, também posou.


O BL33N é um projeto de moda ultra moderno, que costuma disparar imagens de alto teor erótico, não somente de homens, mas também de mulheres. Entre as variadas premissas do negócio, está "expressar a si mesmo, seus pensamentos, suas sexualidades". Camisetas e artigos da marca são vendidos online.

Mas o grande diferencial acaba mesmo sendo a presença dos peladões. Confira o quinteto brasileiro posando para a marca, na galeria a seguir.












Gente que arrazo, qualquer um me servia, só faltou o Marlon Teixeira!

Cantor brasileiro lança clipe arrazo com beijo gay e lésbico!

FONTE: A CAPA

O cantor brasileiro Andre Tonanni - que canta em inglês e italiano, mas não em português - divulgou novos trabalhos recentemente. Um deles é o clipe da música "Scared of Falling in Love" (Medo de se Apaixonar), disponível no YouTube há algum tempo.


No clipe, Tonanni se vê às voltas com uma "Cupida" que tenta flechá-lo. Em meio a esse enredo, aparecem dois casais heterossexuais em uma praça. Mas a "Cupida" interfere, e os casais fazem uma troca: os rapazes se beijam, e as garotas idem.


A cena é bastante rápida, mas vale a visita. Outros clipes e teasers do cantor, assim como apresentações ao vivo, também estão no YouTube e no site oficial de Tonanni.


Confira a seguir o clipe de "Scared of Falling in Love".




Um arrazo, a música é ótima, dançante e envolvente, prescisa urgente ir pras baladas nacionais!

Jean Wyllys envia nota a Kassab repudiando "Dia do orgulho Hetero"!

FONTE: MIX BRASIL

O deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) decalrou estar "afrontado" com a aprovação pela Câmara dos veradores do Dia do Orgulho Hétero na cidade de São Paulo.

A assessoria do deputado disse que Jean tentou, sem êxito, em diferentes momentos desta quinta-feira (4), conversar com o prefeito Gilberto Kassab para expor seu posicionamento sobre a medida. Em sua opinião, o projeto "trata com escárnio uma luta que é histórica e justa do movimento LGBT". “Não podemos tratar como minoria um grupo que não sofre dos mesmos preconceitos por ser heterossexual e que goza de direitos fundamentais que são negados a nós, homossexuais”, diz Wyllys. “A criação de um dia do orgulho gay, do orgulho negro ou do dia da mulher tem um propósito legítimo, que é o de destruir um discurso de preconceito. Criar um dia do orgulho heterossexual, do orgulho branco é debochar de uma luta justa e legítima”, nas palavras do deputado.

Para Jean, o discurso de que o Dia do Orgulho Heterossexual – que, se sancionado, será comemorado todo terceiro domingo do mês de dezembro – “conscientizará e estimulará a população a resguardar a moral e os bons costumes da família” é também um discurso difamador e ofensivo, que exclui as famílias monoparentais e as famílias de casais homoafetivos.

Uma nota oficial com o posicionamento do deputado será encaminhada para a prefeitura de São Paulo.


Jean Wyllys diz que Dia do Orgulho hétero ofende população LGBT

Que o Jean abra um pouco a cabeça do Kassab, ele tem um grande dom pra convencer e creio nisso porque seria ridículo se o Kassab aprovasse!

Marcelo Serrado diz que foi paquerado em boates gays onde se inspirou para seu personagem!

FONTE: A CAPA

Durante coletiva de imprensa de lançamento da novela "Fina Estampa", próximo folhetim das 21h da Rede Globo, o ator Marcelo Serrado, que viverá o personagem homossexual afetadíssimo "Crô", contou que foi em diversas boates para interpretar melhor seu papel.

"Fui em muitas boates gays para fazer laboratórios, conhecer este universo e construir o personagem", disse Serrado.

O ator ainda usou o termo "azarado" ao contar que foi paquerado por alguns gays. "Fui azarado, passei por situações constrangedoras, foi muito divertido! Peguei referências, sempre que saía das festas, anotava expressões, formas de andar, tudo que pudesse me ajudar para o Crô", afirma.

Quando Aguinaldo Silva, autor do folhetim, chamou Marcelo Serrado para o papel, ele disse que um "não gay fazendo um homossexual fica mais interessante". A novela "Fina Estampa" estreia no dia 22 deste mês.
Marcelo Serrado diz que foi em várias boates para viver personagem gay de "Fina Estampa"


Gay afetado não falta na história do Brasil, não vejo em que possa contribuir, pelo contrário! Mas gay diferente que tenta passar uma imagem melhor e normal é censurado, então......!

Gays são agredidos no metrô de São Paulo!

FONTE: A CAPA

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, dois jovens gays de 22 e 23 anos foram agredidos ontem a noite (04/08) na Estação Anhangabaú do Metrô, na Linha Vermelha, no centro de São Paulo.

Três adolescentes, um de 16 e os outros dois de 17 anos, foram advertidos pelos guardas metroviários momentos antes de começaram a agressão. Eles haviam pulado a catraca do Metrô para entrar sem pagar, quando chegaram à plataforma, viram os dois amigos se abraçando e partiram para a violência, agredindo os jovens.

Guardas que estavam na plataforma conseguiram intervir na agressão. As vítimas tiveram ferimentos leves. O caso foi registrado como ato infracional na Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom). Os agressores, por serem menores de idade, foram entregues aos seus pais após a assinatura de um termo de compromisso para que eles compareçam à Vara da Infância e da Juventude.

Gays são agredidos por adolescentes em Metrô de São Paulo

É como estão educando as crianças hoje em dia. Menor devia ter pena maior, pois mesmo não tendo 18 eles sabem muito bem o que fazem!

A falta de cultura: pesquisa da Folha com mais de 60% sim ao "Dia Hetero"!

Amigos, vamos melhorar isso, pois essas pesquisas paralelas sempre funcionam como um certo exemplo, vamos votar contra:

http://polls.folha.com.br/poll/1121503/

Kassab fica em cima do muro e tende a aprovar aberração de "Dia Hetero"!

FONTE: A CAPA

Criar o Dia do Orgulho Hétero em São Paulo não incentivaria a homofobia, na opinião do prefeito Gilberto Kassab (PSD). "É um projeto como outro qualquer", afirma.

Em entrevista ontem, Kassab disse que sua assessoria ainda está estudando o projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal, que prevê a data oficial em todos os terceiros domingos de setembro.

Mas ele afirmou que, em primeira análise, não há motivo para vetar a ideia de autoria do vereador Carlos Apolinário (DEM). "A abordagem inicial é que é um dia como qualquer dia. Tem dia do médico, dia do professor", disse.
"Talvez não se encontre nenhuma ilegalidade e é possível que seja encaminhado para sanção. Em princípio, a Câmara tem todo o direito de estabelecer os dias que ela julgar adequados", afirmou.
Questionado sobre a possibilidade de vetar o projeto por falta de interesse público, Kassab desconversou. "Por isso que vamos aguardar a ATL [assessoria técnico-legislativa]. Ela avalia justamente essas coisas", disse Kassab.
O prefeito tem 15 dias para sancionar ou vetar o texto. A iniciativa já ganhou até repercussão internacional. Os sites das revistas "Forbes" e "Newsday" deram destaque ao "Straight Pride Day".
A ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) pediu veto ao projeto.
O assunto chegou a ser um dos mais comentados do Twitter em todo o mundo. Um abaixo-assinado criado na internet por uma militante gay da Baixada Santista tinha, até ontem à noite, cerca de 2.500 apoiadores.
Para Kassab, "todas as manifestações são muito bem-vindas". "A gestão, qualquer que seja ela, tem de ser a gestão do diálogo. A cidade é de 11 milhões de pessoas", disse.
O projeto de autoria de Apolinário, membro da igreja Assembleia de Deus, é uma reação à Parada Gay.
O vereador do DEM critica o fato de a Parada poder ser realizada na avenida Paulista e a Marcha Para Jesus, não. Apolinário afirma ainda que sua ideia é "resguardar a moral e os bons costumes".
O projeto de lei de Apolinário foi aprovado na terça com a presença de 50 vereadores e manifestação contrária de 19. Cinco parlamentares não registraram presença.

Prefeito Gilberto Kassab diz que a criação do Dia do Orgulho Hétero em São Paulo não incentivaria a homofobia

Deu uma de Lula e passou a mão na cabeça dos desocupados, já viramos piada internacional, se ele aprovar só falta a Brodway instalar uma filial por aqui!

PT, PSDB e PPS se posicionam contra "Dia Hétero" e deixam claro que aprovação foi na surdina!

FONTE: MIX BRASIL
Aprovado pelos vereadores de São Paulo em sessão extraordinária na última segunda-feira, 1, o Dia do Orgulho Heterossexal provocou polêmica na Câmara paulistana por causa da forma como foi votado. O PSDB alega que foi feita uma manobra para que o Projeto de Lei nº 294/2005, de autoria do vereador Carlos Apolinário (DEM-SP), fosse aprovado.
O PPS de São Paulo também se posicionou contra a proposta, que em seu terceiro artigo dispõe que “o Executivo envidará esforços no sentido de divulgar a data instituída por esta lei, objetivando conscientizar e estimular a população a resguardar a moral e os bons costumes”. O núcleo LGBT do PT paulista e os 11 vereadores do partidos que estão na Câmara enviaram nota à imprensa em repúdio à aprovação da pauta. O texto também foi publicado no site do PT.
O projeto ainda segue para a sanção (ou não) do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM) antes de virar lei. Confira o posicionamento de PPS e PSDB nos vídeos abaixo:





Isso mostra mais uma vez como Carlos Apolinário é baixo aprovando quando a maioria dos opositores não se encontrava presente e de forma obscura. Em nome de Deus claro, fazendo merdas e propagando preconceitos, tentando intimidar os homossexuais! Kassab, dê um fim nisso e não sancione essa absurdo!

Casais gays podem adotar, mas procedimento é burocrático!

FONTE: MIX BRASIL

O Mix está publicando em partes desde o fim de julho as orientações da “Cartilha ABC do Direito Homoafetivo”, de autoria da advogada de Goiânia especialista no assunto Chyntia Barcellos, do escritório Edson Barcellos Advogados. Como já diz o nome, o material explica com detalhes e ilustrações fofas o quê um casal homossexual pode ou não fazer legalmente com relação à união estável, adoção e sucessão de bens.

Nesta quinta-feira, 4, a gente disponibiliza para você as questões 4, 5 e 6 da cartilha, que falam sobre a adoção por casais formados por pessoas do mesmo sexo depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em 5 de maio deste ano, que reconheceu a legitimidade das uniões estáveis para LGBT.

4. Existe restrição legal para que uma pessoa homossexual solteira adote? E se for um casal homossexual, eles poderão adotar filhos em comum?
De fato, não existe qualquer restrição ou proibição legal para que o homossexual solteiro ou o casal adote. As restrições que se impõem são, na maioria das vezes, de fundo moral.

Com a decisão do STF, os casais homossexuais passam a ter possibilidade de adotar e de se inscreverem de forma conjunta no Cadastro Nacional de Adoção (CNA), a fim de que se reconheça a dupla maternidade ou paternidade, para que o adotado não seja prejudicado em seus direitos. Nos casos de adoção é necessário estar atento para o melhor interesse da criança.

5. Quais são os direitos reconhecidos aos casais homossexuais?
Os principais:
a) Escolha do regime de bens, partilha de patrimônio comum em caso de separação ou falecimento (meação), pensão alimentícia, direito real de habitação, herança, exercício da inventariança, curatela do companheiro incapaz, medidas protetivas da Lei Maria da Penha;

b)Adoção, habilitação conjunta no CNA e registro de filhos oriundos de Reprodução Assistida (RA)

Alguns em sede administrativa:
c) Direitos previdenciários, pensão por morte, auxílio-reclusão, licenças especiais;
d) Seguro de Danos Pessoais Causados Por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT);
e) Visto de Permanência;
f) Financiamento habitacional;
g) Condição de dependente, para concessão de benefícios. Ex.: Plano de Saúde, Imposto de Renda, Clubes Recreativos, dentre outros.

*Frise-se: a união homoafetiva foi reconhecida, porém o casamento entre parceiros do mesmo sexo não. Por isso alguns direitos ainda não foram alcançados pelos casais homossexuais. Tais como: o companheiro não poderá de forma imediata utilizar o nome de família do outro. Também o estado civil dos parceiros não será alterado, permanecendo “solteiro”. Mesmo dentre os direitos assegurados, alguns dependerão de pedido judicial para serem garantidos.

6. Ainda é importante comprovar a união homoafetiva, bem como a dependência econômica entre os companheiros, oriunda dessa relação?
Sim. O primeiro passo é a formalização da união homoafetiva via procedimento cartorial ou judicial. Ainda assim é necessário que os companheiros tenham alguns documentos para que possam pleitear benefícios de forma administrativa, ou seja, sem a necessidade de qualquer procedimento judicial. São eles:
- Declaração de Imposto de Renda constando a condição de dependente;
- Procuração recíproca;
- Provas de encargos domésticos comuns;
- Prova de domicílio em conjunto;
- Escritura de compra e venda de imóvel residencial em nome dos companheiros;
- Conta bancária em conjunto;
- Disposições testamentárias;
- Ficha de tratamento médico, na qual conste o companheiro como responsável;
-Quaisquer outros documentos que possam levar à convicção da existência da união


Ou seja, é presciso muita, mas muita vontade de ter um filho, eu cansei só de ler!

Casamento civil em Piracicaba (SP) pode ser negado!


FONTE: MIX BRASIL

Enquanto que no município paulista de Cajamar dois homossexuais vão se casar diretamente em outubro, sem união estável, o Ministério Público na também paulista Piracicaba se manifestou na semana passada contrário à realização do primeiro pedido de casamento civil gay da cidade - entre um agente de saúde de 28 anos e um vendedor de 26.

No recurso enviado à Corregedoria Geral de Justiça, o 1º promotor de Justiça de Piracicaba, Fábio Salem Carvalho, alegou que a decisão em maio do Supremo Tribunal Federal (STF) diz respeito somente à união estável. “Caso os ministros prolatores daquela decisão vinculante quisessem, de fato, estender aos homossexuais a possibilidade de se unirem em casamento, teriam mencionado isso expressamente em seus votos, utilizando-se da palavra casamento, que não é jurídica ou gramaticalmente, sinônima de união estável, o que não ocorreu”.

A Corregedoria ainda não definiu um prazo para avaliar o pedido do Ministério Público. A união do que pode ser o sexto casal do Brasil a se casar civilmente já havia sido aprovada pelo juiz da 5ª Vara Cível da Comarca do município, Mauro Antonini.



O pior é que ele não está de todo errado, mas bem que podia aceitar né!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Promotor e técnico judiciário conseguem 1º conversão em casamento no Nordeste!

FONTE: MIX BRASIL

O Estado de Pernambuco já registra seu primeiro casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. E é uma união dentro do próprio Poder Judiciário: entre o promotor de Justiça do Ministério Público de Pernambuco Adalberto Vieira e o técnico judiciário do Tribunal de Justiça de Pernabuco, Ricardo Coelho.

A certidão do casamento dos dois, que vivem juntos há 13 anos, ainda não foi liberada pelo Cartório das Graças, mas os dois já estão comemorando a decisão desde a última quarta-feira, 3, quando o juiz da Primeira Vara de Família e Registro Civil da Comarca do Recife, Clicério Bezerra e Silva, autorizou a conversão da união estável deles em casamento.

Esta é a primeira decisão do gênero da Justiça brasileira na Região Nordeste. Além da decisão favorável, o juiz faz questão ainda de informar que os casais gays interessados em decisões semelhantes devem oficializar o pedido em um dos cartórios de Registro Civil e solicitar a habilitação para o casamento.

Para isso é preciso comprovar a união estável. “O processo não é complicado. É determinado um período de 15 dias para que alguém se posicione contra ou não, em seguida o promotor de Justiça emite o parecer e, por fim, o processo volta ao juiz vinculado ao cartório para ser emitido o resultado”, explica o magistrado.


Clicério: processo não é complicado

Parabéns ao juíz e ao casal, felicidades. Agora, mesmo que não seja um processo tão difícil, é presciso não esbarrar em alguns homofóbicos evangélicos dentro do judiciário como em Goiânia recentemente e tudo isso seria desnecessário se tivéssemos direito ao casamento assim como os héteros!

Furo MTV detona Carlos Apolinário e declara: "Dia do homossexual enrustido"!

FONTE: A CAPA
O programa diário "Furo MTV", apresentado por Dani Calabresa e Bento Ribeiro, abordou nessa última quarta-feira (03) o tão polêmico projeto aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo: Dia do Orgulho Hétero.
Com humor ácido e inteligente, características que fazem a diferença na atração, os apresentadores comemoram de maneira irônica a notícia. "O Dia Do Orgulho Hétero deve garantir a essa minoria o direito de andarem de mãos dadas na ruas, aos homens de usarem camisa polo, coçarem o saco onde bem entenderem. (...) Terem o direito de casar e ter filhos sem serem insultados por isso", disseram.

Na atração foi exibido ainda um vídeo de Bento Ribeiro andando de mão dada com uma garota e sendo "agredido" por Dani Calabresa, que se passava por uma travesti. Após a agressão, supostamente motivada por "heterofobia", Dani diz a Bento que o aceita como ele é. "Saiba que eu te aceito! Pode ver futebol, pode comprar playboy", brinca. A apresentadora fez questão de ressaltar que o projeto, de autoria do vereador Carlos Apolinário (DEM-SP), precisa ainda passar pela aprovação do prefeito Gilberto Kassab (PSD-SP).
"Como todos sabem, ele não é casado, não tem filhos... Sendo assim, acho que vai dá pra trás nessa aprovação", comentou Dani, em referência a campanha eleitoral de Marta Suplicy, em 2008, que questionou a sexualidade do prefeito.
Por fim, Dani Calabresa alertou: "agora é sério, galera!". "Ser um babaca é uma coisa, mas pensar que os héteros precisam de um dia pra eles, pra sofrerem tanto quanto os gays, é passar do limite. Já reparam que todo mundo que apoia essa causa hétero, ou tava na Marcha para Jesus xingando as bichas ou acham que eles destroem os 'valores familiares', ou seja, o que os vereadores de São Paulo aprovaram não foi o Dia do Orgulho Hétero e, sim, o Dia do Homofóbico Enrustido", alfinetou a apresentadora.
Assista abaixo o programa na íntegra.


Nunca ri tanto com o Furo MTV, todos deviam ver isso, mandem pra todo mundo amigos, é mais do que ironia, é realidade! Parabéns MTV, parabéns Furo MTV!

Morre último homossexual assumido preso pelos mazistas na 2º Guerra!

FONTE: A CAPA

Morreu ontem a noite, quarta-feira (03), o último sobrevivente do "Triângulos Rosas", grupo de homossexuais internados em campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. Rudolf Brazda estava com 98 anos e morava em Bantzenheim, leste da França.

Nascido na Saxônia (leste da Alemanha), Brazda foi detido duas vezes nas prisões nazistas, até sua deportação para o campo de Buchenwald em agosto de 1942 por ter mantido relações com outros homens. Brazda foi liberado em abril de 1945.

Em Buchenwald, os homossexuais eram obrigados a usar um triângulo rosa. Somente em 2008 Rudolf Brazda veio a público contar sua história, ano em que a Alemanha inaugurou um monumento para homenagear homossexuais sobreviventes dos campos de concentração.  


             Rudolf Brazda, último sobrevivente homossexual dos campos nazistas, morre aos 98 anos

Que triste esse, talvez o pior momento da história desse planeta, que nunca os evangélicos cheguem nesse ponto!     

1º Conferência Livre LGBT acontece domingo em São Paulo!

FONTE: ACAPA

Acontece no próximo domingo a Conferência Livre LGBT da Zona Norte, em São Paulo. O evento busca encontrar soluções e melhorias para a população LGBT das regiões mais distantes do centro da cidade.

Trata-se de uma iniciativa da SMPP - Secretaria Municipal de Participação e Parceria, com apoio da CADS - Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual.

No encontro, diversos grupos e ONGs definirão propostas para a Zona Norte, e o material será discutido posteriormente na 2ª Conferência Municipal LGBT - que ocorre entre os dias 12 e 14 de agosto.

O evento deste domingo terá coordenação do DJ e produtor cultural André Pomba, criador das noites Grind e Lôcuras - da boate A Lôca - e do Dynamite Pub.
Serviço:1ª Conferência Livre LGBT da Zona Norte
Domingo - 07/08 - das 14h às 17h
Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso
Av. Deputado Emílio Carlos, 3641 - Vila Nova Cachoeirinha / SP
Entrada Franca

Conferência Livre LGBT faz sua primeira edição neste domingo em São Paulo

Realmente, longe dos centros urbanos ser gay é ainda mais complicado, talvez haja menos violência, mas há uma mentalidade mais conservadora ainda! Que um dia isso mude!

Site de Apolinário do "Dia do orgulho hétero" é háqueado por defensor dos direitos gays!

FONTE: A CAPA

O site do vereador Carlos Apolinário (DEM-SP) foi invadido nesta quinta-feira (04) por um hacker. O hacker se identifica apenas como "figli tariki shmotov", e se declara contra a homofobia e o projeto de lei do Dia do Orgulho Heterossexual, criado por Apolinário.

"No Brasil, um homossexual é morto a cada 36 horas, esse tipo de crime aumentou 113% nos últimos cinco anos. Em 2010, foram 260 mortos. Apenas nos três primeiros meses deste ano foram 65 assassinatos", escreveu o invasor na página do site.

O episódio ocorreu logo após o anúncio de que a Câmara Municipal de São Paulo aprovou o Dia do Orgulho Heterossexual, anúncio feito na quarta-feira (03), como A CAPA noticiou. Para que a data seja efetivada de vez, falta a aprovação de Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo.

O hacker ainda escreveu no site do vereador: "Carlos Apolinário insiste em propôr leis que contribuem para a propagação de ódio e discriminação. Desde o genocídio da segunda guerra até os massacres de Oslo e Utoya, aqueles que pregam a superioridade de uns sobre outros são responsáveis pelas ações mais condenáveis da história da humanidade. A luta continua!"

Em declaração ao site R7, Apolinário disse que sofreu ameaças por telefone na manhã de quinta-feira. "Essas pessoas são violentas na forma de agir. Não aceitam opinião contrária a deles. Apesar das ameaças, não estou com medo de nada. Parece que o ser humano gay tem mais valor que os outros. Bastou que esse projeto seja aprovado para que as pessoas me afrontassem na internet, nos blogs, nos jornais", comentou.

Até às 16h desta quinta-feira, o site do vereador continuava hackeado.

Site do vereador Carlos Apolinário é invadido por hacker anti-homofobia

Alguma surpresa em justo o R7 dar espaço pra esse déspota? não, site de bispo só podia fazer isso mesmo, dar crédito a um moralista estúpido e ultrapassado, está na hora dessa gente se aposentar e desse país ir um pouco pra frente nos direitos humanos!

Jovem confundido com gay é agredido no Rio!

FONTE: A CAPA

Na tarde desta quinta-feira (04), o jovem Leonardo Freitas da Silva, de 23 anos, foi agredido por um grupo de rapazes na avenida Gomes Freire, no centro do Rio de Janeiro.

De acordo com informações da polícia, o jovem relatou que foi confundido com homossexual e, por isso, foi agredido. A vítima, que havia acabado de sair da delegacia Mem de Sá (5ªDP) onde registrava perda de documentos, voltava para o serviço quando foi abordado pelo grupo. Muito machucado, Leonardo deu entrada no pronto-socorro do Hospital Souza Aguiar, no Centro.

O delegado Alcides Alves Pereira, da 5ª DP, afirmou que ainda não tem informações precisas sobre os motivos da agressão e nem pistas dos criminosos.

No final do mês de julho, pai e filho foram confundidos no interior de São Paulo como um casal gay e sofreram agressões de um grupo de rapazes.

Jovem agredido no Rio de Janeiro diz ter sido confundido com homossexual

Vai ver, ele é gay mesmo, mas o fato é violência e crime e deve ser punido rigorosamente em qualquer ciscunstância!

Datena detona com a Record e conta tudo sobre censura na emissora!

FONTE: FOLHA.COM

Nada como a verdade, eu gosto muito dele, apesar de ser meio exagerado é uma voz do povo e mostra nessa entrevista como dentro da Record todos são corderinhos obedecendo ordens:

O apresentador José Luiz Datena, que admite em entrevista fazer programa "reacionário"

Nos últimos 45 dias, o apresentador José Luiz Datena, 54, trocou de emprego três vezes e viu seu salário inicial, de R$ 850 mil, cair para menos da metade deste valor. No período, seu programa saiu da Band, entrou na Record e a partir de segunda-feira volta para a Band.

Cercado de boatos e críticas, muitas das quais verbalizadas pelo próprio Datena enquanto esteve no ar na Record, o entra-e-sai causou mal estar nas duas emissoras e deixa um complexo processo jurídico envolvendo duas multas milionárias.
Datena recebeu a Folha na última terça-feira (2). "Evidente que fiquei muito tenso com toda esta movimentação. Quase morri", disse o apresentador, gesticulando seu braço direito ornado com duas pulseiras, de ouro e prata. Na entrevista a seguir, ele explica seus motivos e arremata: "eu era mais feliz quando estava por baixo do que quando fiquei por cima".
Devoto de Nossa Senhora Aparecida, ainda fala sobre assuntos íntimos, como os problemas de saúde e os 12 remédios que tem que tomar diariamente. Leia abaixo.

Folha - Como você enxerga os acontecimentos recentes?
Datena - Talvez por um problema de saúde sério que tive cinco anos atrás (retirada de um tumor benigno no pâncreas), comecei a levar mais a sério a idéia de que o homem tem que ser feliz na vida. Antes eu já tinha problemas de desequilíbrio químico, cheguei a ir ao psiquiatra. Porque eu achava que era louco, que brigo e discuto com todo mundo. Mas ele me disse, "Datenão, você não tem nada de maluco, você é inteligente só que reage de forma exacerbada. Tem que controlar isso".
E você encontrou a felicidade?
Não encontrei o que significa ser feliz. Quando você dá um passo adiante, aparecem mais pessoas trabalhando para que não seja feliz. Por isso que eu gosto daquele ditado que diz, "quanto mais conheço o homem, mais eu gosto do meu cão".
O que aconteceu exatamente?
Havia pessoas que me incomodavam na Band, avisei isso, e não fizeram nada. Então busquei a Record, onde tinha ótimas relações, afinal havia trabalhado lá por oito anos. O bispo Gonçalves (Honorilton Gonçalves, presidente da emissora), que não gosta mais que o chamem de bispo, mas pra mim sempre vai continuar sendo bispo, sempre foi um cara que gostou de mim. E não deixei de gostar dele. Só que hoje ele subiu e fica numa espécie torre de marfim, mandando recados pelo diretor de jornalismo.
Que tipo de recados?
As regras da emissora eram muito impositivas, e pareciam censura. Me puseram de quarentena e proibiram de falar com a imprensa por seis meses. "É que o bispo te acha muito polêmico", disseram. Também me proibiram de fazer críticas à Record no ar. O diretor de jornalismo me ameaçou mencionando o caso do humorista Tom Cavalcante, que teve que pagar uma multa de R$ 100 mil por ter falado mal da emissora para a imprensa. Respondi: eu odeio ameaça. Se tivesse medo não estaria fazendo o programa que faço.
Como terminou este diálogo?
Ele ainda me falou: "poxa, mas você anda muito infeliz no ar". Respondi, por que não contratam o Bozo? Ele vai ser mais feliz que eu. Foi aí que pensei, sobre quais assuntos posso falar? Fiquei confuso. Quando meti o pau no Ricardo Teixeira, ninguém falou nada, porque é interesse deles. Vários fatores não foram cumpridos.
Quais, por exemplo?
Primeiro disseram que o programa seria nacional. Aí depois que não seria. Então no meio do caminho cortaram quase uma hora do programa, e mudaram de horário. Quando cheguei me prometeram uma estrutura global, de um helicóptero em cada cidade, e nada disso aconteceu. Pior, chegaram a cortar matéria ao vivo para não pagar hora extra da equipe. Nunca vi uma coisa dessa.
Na Band a estrutura era melhor?
A Band não pode ser melhor porque a Record é uma emissora grande. Mas veja o caso do Hamilton (piloto de helicóptero). Ele tinha liberdade total na Band, mas na Record começaram a cercear a participação dele. Eles cortaram o barato do Hamilton. "Não usa demais, se não banaliza o cara", era o que me diziam. Mas como, se são as cenas de helicóptero que dão vida ao programa? Outra coisa: quem pagina o jornal normalmente sou eu. Mas na Record, me diziam: "melhor você não paginar, só comentar".
E o ibope?
Depois que mexeram no programa o ibope caiu pra caramba, e comecei a empatar com o SBT. A impressão que eu tenho é que estavam me apagando como uma vela. Guardadas as proporções, é a mesma coisa que você contratar Neymar e falar que não vai poder driblar, dar chapéu, gol de cabeça... Por isso resolvi dar um basta. Os caras que estão lá que se limitem a cumprir as regras. E tem jornalistas de primeira grandeza. Celso Freitas, Marcos Hummel, Ana Paula Padrão e uma equipe que é maravilhosa.
Qual foi a gota d´água?
Quando participei de um quadro do programa "Legendários", do Marcos Mion. Ali tinha um monte de grandes talentos relegados e só levantando plaquinha. Quando conversamos, me disseram que o contrato os prendia. Aí decidi sair.
E as multas?
Eles estão invertendo a bola. Eu que denunciei. Estou cobrando a multa do segundo contrato.
E a multa do primeiro contrato, que estava pendente desde sua primeira passagem pela Record?
Isso que eu acho estranho. O natural seria perdoarem minha multa. Mas disseram que perdoariam apenas se eu cumprisse o segundo contrato. Quem disse que não forçaram a barra para acelerar o processo da primeira multa?
E na sua volta à Band, que ambiente espera encontrar?
Eu não tinha para onde ir, e a Band fez a proposta. A Band só me demonstrou carinho e amizade. Tenho uma enorme gratidão pelo dono, Johnny Saad, que até para o médico já chegou a me levar, e pessoalmente. O interessante é que as pessoas que eu não gostava me acolheram bem, sentiram minha falta. Mas se o ambiente for ruim, largo tudo.
Muitos criticam seu programa e consideram-no violento.
Eu faço um programa que é reacionário, sob um ponto de vista claro mostrando o que acontece na sociedade. Só que meus comentários alguns imbecis não entendem. Sou um cara de formação totalmente de esquerda, li muito na vida, já ganhei inclusive dois prêmios Herzog de direitos humanos.
O que você leu?
Sempre li muito desde moleque, adoro filosofia, e vou tentando deglutir, tudo que tem lá é a base da vida. Leio Schopenhauer, que parece muito comigo, por conta do pessimismo. Mas busco a felicidade do Spinoza. Sou um Schopenhauer tentando
virar Spinoza.

Não existe uma exploração da violência na TV?
E o que não tem violência hoje? O que mostro no meu programa que não é verdade? A matéria-prima quem produz é a sociedade. E não divulgar isso significa omissão. Você só melhora a sociedade mostrando seus podres. De repente hoje em São Paulo há mais proibição que na época da ditadura: não pode fumar, sair de carro, você é obrigado a votar... que porra de democracia é essa?
Onde se situa politicamente?
Bem próximo da anarquia. Mas o que eu gostaria de seguir a essa altura é a social democracia.
Que acha da pena de morte?
Sou visceralmente contra. Com um código penal absurdamente ultrapassado, podem ser cometidas injustiças graves, matando gente inocente. Lembre que estamos em um país e que quem rouba shampoo e pão vai pra prisão, enquanto políticos que metem dinheiro na cueca estão livres.
E a polícia brasileira?
A polícia brasileira, pela minha formação, sempre fui contra, associando-a à ditadura. Mas com o programa, descobri um Brasil que não conhecia. Evidente que a polícia não pode ser a melhor do mundo, porque o salário é miserável. Os que não são corruptos dentro da corporação são verdadeiros heróis. E são maioria.
Como está sua saúde atualmente?
Estou bem. Mas não pratico atividade física e nem faço exames. Que as pessoas não sigam meu exemplo, mas penso que enquanto não for ao hospital, não vou saber o que tenho. E o que passei não quero passar de novo. Fiz uma cirurgia enorme, tirei metade pâncreas e do baço. Isso provocou um aumento de diabetes, mas estou legal. O chato é que hoje tomo 12 remédios ou mais.
Você detonou muito na vida?
Gosto muito de beber, mas parei, agora só moderadamente.
E drogas?
Sou contra descriminalizar a maconha, é uma bobagem. Droga é droga, traficante é traficante. Mas a bebida também é uma droga. Pode ser um contrasenso. Talvez eu votasse pela lei seca. Talvez eu me tornasse muçulmano.
Mais algum recado?
Estou absurdamente bem resolvido. E cagando se as pessoas gostam ou não de mim. Não sou um produto comercial de prateleira.